BEM VINDO!!!

Nesse espaço você encontrará temas biblicos reformados para seu maior enriquecimento teológico e espiritual, assuntos para pregação biblica e cristocêntrica e também saberá mais sobre minha cosmovisão!!!......aproveite!!

sábado, 4 de outubro de 2008

O espetáculo do Calvario


O espetáculo do calvário,o dia em que o homem crucificou a Deus

Cap 1

E toda a multidão que se ajuntara a este espetáculo, vendo o que havia acontecido, voltava batendo nos peitos (Lc 23:48)

Que amor é esse?

Ninguém jamais amou como Deus. O seu amor é incondicional, ou seja, não exige atitude nenhuma daquele que é objeto dele. Não há nada que façamos que venha aumentar o amor de Deus por nós, mas também não há nada possamos fazer para diminuí-lo, seu amor é permanente. Se você tem falhado saiba que o amor de Deus continua o mesmo com relação a você, e deseja restaurá-lo. Deus ama quem não merece seu amor, Ele perdoa quem não merece seu perdão. Até mesmo aqueles que censuramos pelas suas atitudes condenáveis podem ser alvos do amor imensurável do Cristo da Cruz.
A maior demonstração dessa atitude tão nobre de amor já existente, e vivenciada pela humanidade aconteceu fora dos muros de Jerusalém, quando nosso Mestre foi crucificado. Com toda sinceridade do meu coração, penso ser esse o maior presente de Deus para nós, todos os tesouros dessa terra não alcançariam o valor desse sacrifício. É verdade que tudo o que foi feito naquele dia tem sido esquecido pelos mais fervorosos cristãos da atualidade, glorificamos o Cristo pintado pelos pregadores positivistas, o “Jesus da prosperidade”, ou o “Jesus da cura e do milagre”, mas negligenciamos o Jesus crucificado a tal ponto dessa mensagem de verdade e amor se esvair de nossos púlpitos.
Como jovem pregador do Livro Santo, sempre me preocupo em acrescentar uma verdade relacionada à cruz em meus sermões. A cruz é o tema do fiel pregador, sem ela nas mensagens é válido amassarmos nossos esboços e os lançar no lixo.
Quando falamos acerca do amor de Deus apresentado por meio de Cristo, algumas considerações devem ser feitas:
1. Deus é amor - o Senhor é a personificação do amor. Na Bíblia existem quatro conceitos claros acerca do caráter de Deus, a saber:
Deus é Espírito (Jo 4:24) Ele não é matéria como pensam alguns filósofos e até crentes materialistas que cultuam o que possuem e medem as pessoas pelo o que elas tem, e não pelo o que elas são.
Deus é Luz (1Jo 1:5) Isso fala de sua santidade, quem vive em trevas e escuridão não pode dizer que O conhece.
Deus é um fogo consumidor (Hb 12:29) o Deus Jeová é um Deus de justiça, faz parte do seu caráter. Perceba que este texto está registrado no novo testamento. Mesmo na nova aliança o Senhor continua punindo aqueles que não lhe obedecem, como fez com Ananias e Safira no princípio da igreja na Terra (At 5:1-12). Isso também fala de purificação, Deus prova o seu povo assim como o ouro o é no fogo para ser aperfeiçoado.
Deus é amor (1Jo 4:16) Inexplicavelmente Ele nos amou primeiro. De fato o que merecíamos era a perdição e condenação eterna, mas simplesmente Ele nos amou. Isso é mais complexo de se explicar do que todos os mistérios do Universo. Pense, que fizemos nós para receber seu amor? A Bíblia diz que nossa justiça se assemelha os trapos de imundícia, mas mesmo assim Ele é apaixonado pela humanidade, poderia ter nos deixado ser levado pelas águas turvas da vida, manchados pelo pecado, mas Ele interveio com seu maravilhoso plano de salvação. Como não valorizaríamos seu sacrifício de amor? É possível esquecê-lo? Você e eu estávamos inundados no mar do pecado, lançado na sarjeta, mas Ele andando pelas ruas de nossas cidades nos encontrou e disse: Limpem esta casa porque vou morar nela! Penso que os anjos que o acompanhavam em sua comitiva se assustam e perguntam: Mas Senhor, Tu podes morar nos palácios mais suntuosos do Universo, o que viste neles? E antes mesmo de Deus responder, os anjos lembram-se da palavra GRAÇA que tanto era falada nos céus e sem hesitar, obedecem a sua ordem ajudando-nos a colocarmo-nos de pé e nos servindo. Hoje somos casa de Deus, pode imaginar! Deus habita em um trono de glória, mas em contrapartida também com o de quebrantado coração (Is 57:15). Que amor é esse? Se você precisava de um motivo para glorificar e agradecer a Deus, aí está o maior de todos. Você é alvo do seu grandioso amor!
2. Deus mostrou seu amor com atitudes – Deus não somente nos amou, Ele provou seu amor. Ora, que bastaria para Ele permanecer em seu trono de glória e majestade, debruçado na janela da eternidade somente observando a decadência da sua mais bela criação? Ele interferiu em nossa sorte com uma atitude de amor. Vislumbre pela lente do calvário o nosso Mestre na cruz. Ele queria nos ensinar algo? Sim queria. Estava nos ensinando por uma linguagem não verbal, que amar é muito mais do que palavras lançadas ao vento, amar não é um mero sentimento, amar é agir!
Paulo, o apóstolo dos gentios, disse uma verdade que enobrece minha alma quando a leio, está registrada em Romanos capitulo 5:8 que diz: mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.
Veja que Paulo afirma que Deus não somente amou, Ele provou seu amor com a atitude de enviar, não os anjos dos céus, mas a si próprio para sofrer na rude cruz. Que amor é esse que se esqueceu de si mesmo para pensar em mim? Que amor é esse que escolheu a forma mais dolorosa para mostrar o quanto me ama? Que ocupava sua mente pura e eterna com pessoas tão pequenas quanto eu e você?
Fico estarrecido quando paro pra pensar que Deus, sendo eterno, resolveu efetuar sua criação, tendo pleno conhecimento de que a mesma um dia haveria de traí-lo. Ele tinha ciência de que o querubim ungido se rebelaria, e que a sua criatura mais amada e desejada haveria de desobedecê-lo, porém não desistiu de seu plano e esses reveses não O impediriam de concluir e tecer a mais bela história de amor já vista.
Jesus não somente ensinava com palavras, Ele transformava seus sermões em ações práticas, pois sabia que o homem tem mais facilidade de aprender o que vê, do que o que ouve. Como diz um ditado chinês: “Um quadro vale mais do que mil palavras”. O nosso Mestre sabia pintar os mais belos quadros com seus milagres e maravilhas, e na cruz foi profundo em seus sentimentos ao declarar: “Está consumado”.
Será que temos aprendido com nosso Mestre? Temos mostrado nosso amor a Deus, e a nossos irmãos com atitudes, ou somente vociferamos em nossas reuniões com profunda demagogia: Te amo! Será que você marido tem somente dito à sua esposa o quanto a ama, mas tem se esquecido de provar o quanto ela é importante pra você? Jesus era completamente imprevisível aos olhos dos que o acompanhavam. Ele os surpreendia. Quando eles achavam que Ele ia condenar, perdoava, quando achavam que um pobre cego à beira do caminho não merecia sua atenção, parava para mostrar seu amor. Aprenda a surpreender os que estão ao seu redor, sem dúvida alguma, assim como Jesus você marcará seu nome no coração delas, e as influenciará.
3. O amor é inseparável da dor – Essa é mais uma verdade relacionada ao amor, não existe ninguém que ame e não sofra, simplesmente porque são inseparáveis. Paulo já declarava inspirado pelo Crucificado: o amor é sofredor... tudo sofre (1Co 13:4,7). Por amar a humanidade Jesus sofreu, e sofreu muito, não somente na cruz, mas em toda sua breve passagem pela terra. (Mais adiante relatarei a respeito). Existem aqueles que temem amar com a desculpa que não querem sofrer ou chorar, estes não podem dizer que são felizes, porque o ser humano sente a necessidade natural de amar, sabe por quê? Porque o Senhor nos fez sua imagem e semelhança. Já tentou encontrar conceito para definir a Deus de forma mais precisa do que João o discípulo amado? Ele foi veraz ao dizer que Deus é amor, e se somos sua imagem e semelhança, nos identificamos com seu caráter e personalidade, assim afirmo que é impossível viver feliz sem amar. Quem tem medo de se decepcionar com aquele a quem ama, nunca se igualará ao Jesus homem. Acha mesmo que o Senhor não sabia que Judas iria traí-lo, ou que Pedro iria negá-lo? Sim Ele já sabia, mas nunca deixou de amá-los, compreendê-los e incluí-los entre os demais. É por isso que Deus é o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó. Você sabe muito bem que Deus havia mudado o nome de Jacó (literalmente: agarrado ao calcanhar, portanto suplantador) para Israel (príncipe de Deus), mas porque, que mesmo após essa mudança o Senhor continua sendo Deus de Jacó (Sl 46:10), porque não de Israel? Ele queria nos mostrar que Ele é Deus dos fortes, mas também é Deus dos fracos, dos que erram e deslizam em sua fé.
Jesus nunca deixou de se entregar para amar seus seguidores, amou-os até o fim, amou sem ser amado, e até mesmo os que não o seguiam, mesmo eles sendo faltosos e falhos. Será que você somente ama quem te faz bem? E aqueles que te entristeceram um dia? Você se afastou deles porque falharam? Porque te decepcionaram? Será que não estás com medo de amar? De se entregar? Lembre-se que Jesus após sua ressurreição voltou para buscar a Pedro, mesmo tendo este o negado.
Se quisermos aprender com o grande mestre Jesus, temos que nos conscientizar que uma hora ou outra vamos ser traídos como Ele foi, receberemos muitos beijos no rosto de “amigos”como Ele recebeu, vão nos caluniar, vão nos jogar na cisterna,como fizeram ao jovem José. Mas no fim de tudo assim como ele, teremos que entender que na vida de alguém que está no centro da vontade de Deus nada acontece por acaso, Deus permanece no controle, como na vida de Jesus. E José conseguiu olhar com uma ótica divina e confortar seus irmãos dizendo que tudo era plano de Deus para conservá-los com vida. Quero aproveitar a deixa para profetizar sobre você, e dizer que no tempo determinado todos aqueles que te feriram ou caluniaram, dentro em breve terão que ver a benção do seu Deus sobre sua vida, Amar é escolher ser um eterno sofredor, mas que entende o fluxo natural da vida e do ser humano, ame! Sofra, mas assim como Estevão não olhe para seus algozes, pois a bíblia diz: “Mas ele (Estevão), estando cheio do Espírito Santo e fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus e Jesus, que estava à direita de Deus”. Olhe para o céu, e você verá que Deus esta te assistindo na arquibancada da eternidade e te garantirá um final feliz!
Para Jesus, amar era o suficiente, não se importava com o que fariam com Ele, transbordava seu cálice de compaixão por nós, e simplesmente tirou os olhos de nossas misérias e viu cada um com seu coração em pedaços necessitando de Deus. Até nos momentos em que deveria preocupar-se consigo, priorizava aqueles a quem amava. A Bíblia diz que quando estava no caminho da crucificação, mesmo estando ferido pelos açoites e bofetadas que havia levado, com seus olhos inchados e seu rosto ensangüentado devido à coroa de espinhos, fitou seus meigos olhos em direção às mulheres que o acompanhavam. Por vê-las chorando se comoveu e disse: “Não choreis por mim, chorai antes por vós...”. Como é possível alguém em uma situação como essa, conseguir condicionar sua mente a tal ponto de preocupar-se com outrem? Qual de nós que em um momento de dificuldade consegue lembrar-se de outros que estão em situações iguais ou piores do que as nossas? Que homem era esse? Não olhou para o meu estereótipo, mas para minha alma carente e tatuada pelo pecado, e simplesmente decidiu sofrer por me amar.
Fica, portanto para nós a pergunta do Mestre Jesus a Pedro: Tu me Amas? Então apascenta as minhas ovelhas! Ou seja, mostre com trabalho, atitudes.




trecho do meu livro - O espetáculo do Calvário, o dia que o homem crucificou a Deus

3 comentários:

sandra disse...

oiiiii
Bruninho estou aqui para fazer um comentario do comeco
desse livro ,q por sinal e maravilhoso,e pode ter certeza q vai ser uma bencao para nossas vidas.
Q Deus continue a cada dia te abencoando mais e mais.e q vc venha terminar o mais rapido possivel pq eu agora estou curiosa
Mas desde ja os meus PARABENS
e tenha certeza q DEUS vai te ajudar mtu e s precisa da gente estamos ai
e n s esqueca tdu q Deus coloca no seu S2 faca.
e pode ter certeza q Deus vai retribuir tdu isso q vc esta fazenduh
bjuhhhhhhhhhhh
espero q tenha gostado do comentar
fuiiiiiiii

Noélia disse...

Bruno, este Livro que vc está escrevendo será a realização de um grande sonho nosso. Espero que Deus ilumine a sua mente e te dê sabedoria para que vc consiga realizá-lo! Sei que as palavras que Deus colocará em seu coração para que você escreva este livro mudará a maneira de pensar de muitas pessoas a respeito do nosso Deus.
Esteja com o teu coração puro e sem mágoas para ouvir a voz silenciosa de Deus falando dentro de vc, o que precisa ser escrito para a salvação de muitas almas.
Você foi uma bênção que Deus colocou em minha vida, a sabedoria que Ele te deu não foi à toa, e sim para fazer a obra Dele com muito amor do jeito que você faz.
Jesus te abençoe!
De sua mãe que te ama muito!

rafito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.